ACIST-SL conhece estrutura da Fundação Liberato

ACIST-SL conhece estrutura da Fundação Liberato

Nesta terça-feira (30), a ACIST-SL (Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo) promoveu uma visita técnica à Fundação Liberato  para conhecer melhor a estrutura e o sistema de ensino da escola. O evento foi iniciativa do vice-presidente de Indústria Davi Dalcin, com o objetivo de aproximar o setor produtivo com a área acadêmica e saber como ele pode contribuir para o desenvolvimento de profissionais qualificados. “Cada vez mais a indústria precisa de pessoas treinadas técnica e tecnologicamente e apoiar instituições como a Fundação é uma forma de o setor estimular aos jovens a investir em carreiras técnicas”, comenta Davi.

Ele esteve acompanhado de Luiz Felipe Maldaner (CEO do Tecnosinos e vice-presidente de Ensino da ACIST-SL); Fábio Faistauer (FKL Máquinas Hidráulicas); Everton Luís Jaques (Perfyline); Anderson Souto e Elisângela Matje, integrantes do Instituto SENAI de Inovação em Mecânica e Maiara Fangueiro, gerente executiva da Associação. O grupo foi recebido por Ramon Fernando Hans, secretário executivo; Paulo Renato Thiele, coordenador da Mostratec e Luis Eduardo Selbach, assessor de Comunicação Social, e visitou as instalações da Fundação, vendo de perto os laboratórios disponibilizados para os alunos e docentes. “Boa parte do que oferecemos vem de parceiras com a iniciativa privada”, destacou Ramon. Este ano, a Fundação comemora 50 anos de atividades. Ele também apresentou, especialmente, a Mostratec, maior feira para jovens cientistas do ensino médio e da educação profissional técnica de nível médio da América Latina. Realizada anualmente pela Liberato, reúne milhares de pessoas em outubro, nos pavilhões da Fenac .

A mostra conta com a participação de 640 projetos de pesquisa, sendo que 420 são da Mostratec e 220 procedentes da Mostratec Júnior (mostra de trabalhos do ensino fundamental). São expostos trabalhos de estudantes de mais de 20 países. “A cada ano, a Mostratec vem aumentando o número de visitantes e participantes, dentre eles empresários, autoridades nacionais e internacionais, profissionais de diversas áreas, educadores, estudantes, imprensa e comunidade em geral”, ressalta Hans, acrescentando que esta é uma excelente plataforma de divulgação de marcas e produtos. Os custos para a realização da Mostratec são pagos apenas por parcerias, não saindo do caixa da Fundação. “Por isto, é muito importante as parceiras que executamos com a iniciativa privada.

Ele convidou a ACIST-SL fazer parte da exposição, cujo espaço pode ser compartilhado por associados e parceiros. A proposta que Davi Dalcin levará para a diretoria.

Fonte: Elizabeth Renz – Assessoria de Imprensa ACIST
Foto: Luis Eduardo Selbach – Liberato/Mostratec

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *